quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Treino aeróbio antes ou depois da musculação?


Esta é uma questão muito discutida entre os praticantes de atividade física. Há inclusive quem defenda que o trabalho aeróbio não deve ser feito no mesmo dia da musculação. “Mas é permitido, si
m, fazer os dois tipos de exercício no mesmo dia, desde que se respeite um programa que não interfira no rendimento de ambas as modalidades”, explica Marcelo Jaime Vieira, líder de retenção da unidade Cerro Corá da Bio Ritmo.

Ele ainda completa: “Se você faz uma sessão de corrida intervalada na esteira, com dez tiros de 1 minuto a 90% da frequência cardíaca máxima, o que corresponde a um trabalho intenso, claro que não será recomendado realizar em seguida um treino de força para pernas, por causa da fadiga muscular e do consumo das reservas energéticas”. No entanto, de acordo com Vieira, nada impede que a pessoa pratique corrida em um ritmo leve ou moderado depois de um treino de musculação. “Isso irá até ajudar na recuperação da musculatura. E vale lembrar que o importante para a manutenção de uma boa saúde é a união dos dois treinos”, ressalta.

O treinador diz ainda que, se a intenção é priorizar o trabalho cardiovascular, deve-se começar com o treino aeróbio e, depois, focar no fortalecimento de braços nesse dia. Porém, se o seu objetivo for a tonificação muscular, faça primeiro suas séries de musculação e, em seguida, siga para o exercício aeróbio em intensidade moderada, durante 30 ou 40 minutos. “Procure sempre seguir a periodização do treino para não cometer excessos em nenhuma das atividades e busque o auxílio de um professor de Educação Física para adequar as práticas de acordo com as suas metas e o seu condicionamento físico”, diz Vieira.

Combinando os dois trabalhos, além de elevar bastante o gasto calórico e colaborar com a perda de peso, você conquistará um corpo definido e um bom preparo cardiovascular. 

beijos

Carol Foltran
Postar um comentário